Pisca-pisca

Na maioria das linguagens de programação, o primeiro programa que você aprende a escrever é aquele que imprime "Olá mundo" na tela do computador. Como uma placa Arduino não tem tela/écran, em vez disso fazemos um LED piscar.

As placas Arduino são projetadas de forma a facilitar o piscar de um LED com o uso do pino digital número 13. Algumas placas (tal como a Diecimila e a LilyPad) até já vêm com o LED instalado. Na maioria das outras (tal como a Mini e a BT), há um resistor de 1 kohms no pino 13, o que lhe permite conectar o LED diretamente a ele. (Para conectar um LED a outro pino digital, deve-se usar um resistor externo.)

Os LEDs têm polaridade, isto é, eles apenas acendem se você orientar os seus terminais corretamente. O terminal mais longo é normalmente o positivo e que vai conectado ao pino 13. O terminal mais curto conecta-se ao GND; o bulbo do LED normalmente terá um pequeno chanfro achatado indicando esse terminal. Se o LED não acender, tente inverter os terminais (você não danificará o LED se ligá-lo invertido por curto período).

Circuito

Código

O código de exemplo é muito simples. Os créditos podem ser encontrados nos comentários.

/* LED piscante
 * ------------
 *
 * liga e desliga um LED conectado a um pino digital
 * em intervalos de 2 segundos. Idealmente usa-se o pino 13 da
 * placa do Arduino porque ele já possui um resistor ligado a ele
 *
 * Criado em 1 de Junho 2005
 * copyleft 2005 DojoDave <http://www.0j0.org>
 * http://arduino.berlios.de
 *
 * baseado no original de H. Barragan para a placa de e/s Wiring
 */

int ledPin = 13;                // LED conectado ao pino digital 13

void setup()
{
  pinMode(ledPin, OUTPUT);      // configura pino digital como saída
}

void loop()
{
  digitalWrite(ledPin, HIGH);   // liga o LED
  delay(1000);                  // temporiza 1 segundo
  digitalWrite(ledPin, LOW);    // desliga o LED
  delay(1000);                  // aguarda mais um segundo
}

Share